São Paulo perde para o Bahia e fica na zona de degola


 

Esporte - 06/08/2017 - 18:27:45

 

São Paulo perde para o Bahia e fica na zona de degola

São Paulo perde para o Bahia e fica na zona de degola

 

Da Redação com Gazeta Esportiva

Foto(s): Divulgação / Bahia / Twitter

 

Mendoza, ex-Corinthians, marcou o segundo gol da vitória baiana

Mendoza, ex-Corinthians, marcou o segundo gol da vitória baiana


O São Paulo começará o segundo turno do Campeonato Brasileiro pressionado pelo fantasma do rebaixamento. Isto, porque na tarde deste domingo o time do Morumbi amargou a décima derrota na competição, sendo a segunda consecutiva. Desta vez, para o Bahia, por 2 a 1, na Arena Fonte Nova, em confronto direto na parte de baixo da tabela.

Com gols de Régis e do colombiano Mendoza, o Bahia ganhou três posições e assumiu o 13º lugar, com 23 pontos. Já o São Paulo, que descontou com Hernanes, estacionou na 17ª colocação, com 19 pontos, ainda dentro da zona de descenso, portanto.

Com uma semana cheia de treinos pela frente, o Tricolor paulista buscará a reabilitação diante do Cruzeiro, no próximo domingo (13), às 11 horas (de Brasília), no Morumbi. O Bahia, que voltou a vencer em casa após seis rodadas, visitará o Atlético-PR às 19h do mesmo dia, em Curitiba.

O JOGO

O São Paulo começou sendo pressionado, mas foi dele a primeira grande chance de gol da partida. Aos seis minutos, o Bahia errou na saída e perdeu a bola para Lucas Pratto, que achou Marcinho livre na direita. O atacante, porém, demorou a finalizar e acabou chutando de canhota, por cima da meta defendida pelo goleiro Jean.

Muito em função da marcação alta, os paulistas equilibraram as ações e criaram mais uma boa oportunidade de abrir o placar. Aos 31, Pratto roubou a bola no meio-campo e passou para Cueva na esquerda. O peruano limpou a marcação e bateu colocado, tirando tinta da trave esquerda. Apesar de o primeiro tempo ter sido fraco em sua maioria, com muitos passes errados de ambos os times, os minutos finais foram frenéticos.

Em dois lances marcados por falhas da defesa são-paulina, o Bahia abriu 2 a 0. Primeiro, aos 39, com Régis aproveitando cruzamento rasteiro de Rodrigão e furo de Arboleda. Depois, aos 43, Araruna errou na saída de bola, que caiu nos pés de Zé Rafael, em impedimento. Na sequência, Mendoza recebeu passe de Régis e só tocou para as redes. Já nos acréscimos, o goleiro Jean cometeu pênalti desnecessário em Pratto e que foi convertido por Hernanes.

Necessitando desesperadamente do empate, o São Paulo se lançou ao ataque no começo da etapa final. Conseguiu algumas faltas para colocar a bola na área rival, mas a zaga baiana afastou todas. Aos 15, o time da casa teve a chance de marcar o terceiro em contra-ataque, em nova falha da defesa paulista, mas Rodrigão chutou fraco, em cima de Renan.

O técnico Dorival júnior, então, decidiu mudar. Colocou Marcos Guilherme, Brenner e Júnior Tavares nos lugares de Jucilei, Marcinho e Edimar, respectivamente. Aos 22 minutos, polêmica. Após cobrança de falta frontal de Hernanes, Jean espalmou para a frente e Militão, que chegava para pegar o rebote, foi agarrado e derrubado por Edson. Apesar das reclamações, o árbitro João Batista de Arruda nada deu.

As alterações, contudo, não surtiram efeito. Repetindo o cenário da derrota para o Coritiba, o São Paulo tentou pressionar na base do abafa, chegou a ter 62% da posse de bola, mas não conseguiu criar chances de gol. Em contrapartida, o Bahia desperdiçou uma série de contra-ataques, porém manteve a vantagem até o final e comemorou a conquista dos três pontos, aumentando a pressão do lado paulista do confronto.


FICHA TÉCNICA

BAHIA 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 06 de agosto de 2017, domingo

Horário: 16h00 (de Brasília)

Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)

Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)

Público: 24.082 pagantes

Renda: R$ 667.377,00

Cartão Amarelo: Régis, Eduardo, Tiago e Jean (Bahia); Marcinho e Cueva (São Paulo)


Gols

BAHIA: Régis, aos 39, e Mendoza, aos 43 minutos, do 1º tempo

SÃO PAULO: Hernanes, aos 48 minutos do 1º tempo


BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Armero (Juninho Capixaba); Renê Júnior, Edson, Zé Rafael (Allione) e Régis (Juninho); Mendoza e Rodrigão - Técnico: Preto Casagrande (interino)

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Araruna, Militão, Arboleda e Edimar (Júnior Tavares); Jucilei (Marcos Guilherme), Petros e Hernanes; Marcinho (Brenner), Lucas Pratto e Christian Cueva - Técnico: Dorival Júnior

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Investigações apontam que Vaccarezza, ex-deputado do PT, recebeu US$ 430 mil em propinas


Vaccarezza, ex-deputado federal do PT, é preso na Lava Jato


Faltam muitas respostas para reforma do ensino médio, diz presidente do Consed


Ensino básico deverá promover o desenvolvimento de habilidades socioemocionais


Fifa inclui Neymar, Marcelo e Tite nas listas de indicados a melhores do mundo


Procurador-geral da Venezuela acusa antecessora por mortes em protestos